Em evento sediado na cidade de Cupertino, a Apple revelou o nome e os detalhes do seu aguardado serviço de streaming. A apresentação seguiu o modelo tradicional da empresa, com recursos de imagens que explanavam o anunciado pelo CEO Tim Cook, a frente do palco. A novidade ficou por conta das estrelas convidadas para o auxiliar na tarefa: Steven Spielberg, Oprah, Reese Whiterspoon, Jennifer Aniston, J.J. Abrams e Jasom Momoa foram alguns dos nomes presentes.

 A Apple TV+ será um serviço de assinatura que oferecerá uma gama de conteúdos originais via streaming – vinte já se encontram em produção. Entre eles, estão “The Morning Show”, seriado cômico estrelado por Whiterspoon, Aniston e Steve Carell (adquirido pela empresa em um cogitado leilão), “Amazing Stories”, antologia produzida por Spielberg, “Helpsters”, programa voltado para o público infantil, a série de comédia “Little America”, de Kumail Nanjiani e a dramática “Seeing”, estrelada por Jason Momoa e Alfree Woodward.

A personalidade americana Oprah Winfrey anunciou a produção de dois documentários – um sobre assédio sexual e outro sobre saúde mental – além da ressuscitação do seu “clube do livro”, quadro do seu extinto programa diurno que será apresentado em formato serial.

A quantidade expressiva de produtos audiovisuais anunciado impressionou, mas a Apple foi além e lançou uma nova configuração da Apple TV, intitulada Apple TV Channels. Por meio de uma assinatura, o usuário poderá acessar conteúdos de plataformas parceiras em um só dispositivo, que inclui a Amazon Prime, DirecTV e os inéditos em território brasileiro Hulu e Spectrum. Com esta oferta, a empresa dá um passo além das concorrentes por promover uma clara vantagem para os usuários, que mitigarão o dilema de se submeterem a inúmeros serviços diferentes a fim de acessarem tudo que desejam.

As novidades incluíram ainda a Apple News+, aplicativo de reunirá revistas e jornais consagrados, como National Geographic, Vanity Fair, The Wall Street Jornal e Los Angeles Times – iniciativa embasada pela necessidade de consumo jornalístico através de fontes confiáveis – e até um cartão de crédito virtual, o Apple Card. Este pode ser requerido por portadores de Iphones e funciona como complemento ao Apple Pay, prometendo eliminar taxas internacionais e juros por atrasos.

A nova Apple TV será disponibilizada em maio nos Estados Unidos, devendo chegar ao Brasil poucos meses depois. Já o serviço de streaming será lançado concomitantemente em mais de 100 países no final do ano, ainda sem data confirmada.

Veja Também:

Mostra Internacional de Cinema em São Paulo divulga premiados da 45ª edição

Durante duas semanas, aficionados pela sétima arte puderam conferir uma seleção de mais de 200 filmes de diversas nacionalidades e...

LEIA MAIS

Começa hoje em formato híbrido a 45ª Mostra Internacional de Cinema SP

A Mostra Internacional de Cinema SP realiza entre hoje, 21 de outubro, e o dia 03 de novembro de 2021...

LEIA MAIS

Marvel processa criadores para reter controle de seus personagens

A Marvel entrou com uma série de processos contra criadores de seus personagens mais famosos ou as fundações que cuidam...

LEIA MAIS