Ao longo de cinquenta anos de carreira, Mike Leigh firmou seu nome no panteão cinematográfico ao retratar os problemas sociais em produções como “O Segredo de Vera Drake” (2004), “Segredos e Mentiras” (1995) e “Agora ou Nunca” (2002).

Seu olhar penetrante, favorecendo uma camada menos favorecida, é provocador e relevante, e descende de uma linhagem de diretores britânicos conectados pela proposta de retratar sonhos e dificuldades de pessoas sem muita mobilidade social, como Stephen Frears e Ken Loach.

Por meio da mostra “O Realismo Social no Cinema de Mike Leigh”, a sede do Centro Cultural Banco do Brasil do Rio de Janeiro se propõe a homenageá-lo. Serão exibidos 24 filmes (três curtas e vinte e um longas) em diferentes formatos – 35mm, blu-ray e DVD – em sessões entre os dias 05 a 22 de dezembro.

Adicionalmente, no dia 17/12, haverá a masterclass “A mise-en-scène de Mike Leigh e a construção do realismo social”, ministrada pelo professor João Luiz Vieira, além de dois debates especiais, que ocorrerão nos dias 12 e 19 de dezembro.

Mais informações sobre a programação da Mostra “O Realismo Social no Cinema de Mike Leigh” podem ser obtidas através do site do CCBB.

Veja Também:

Mostra Internacional de Cinema em São Paulo divulga premiados da 45ª edição

Durante duas semanas, aficionados pela sétima arte puderam conferir uma seleção de mais de 200 filmes de diversas nacionalidades e...

LEIA MAIS

Começa hoje em formato híbrido a 45ª Mostra Internacional de Cinema SP

A Mostra Internacional de Cinema SP realiza entre hoje, 21 de outubro, e o dia 03 de novembro de 2021...

LEIA MAIS

Marvel processa criadores para reter controle de seus personagens

A Marvel entrou com uma série de processos contra criadores de seus personagens mais famosos ou as fundações que cuidam...

LEIA MAIS