A Fox Film do Brasil organizou em São Paulo uma coletiva de imprensa virtual com a atriz Jennifer Lawrence e o diretor Francis Lawrence, responsáveis pelo thriller de ação, “Operação Red Sparrow”. Juntos, debateram sobre a importância do filme, as gravações das cenas de tortura e o método de atuação da atriz.

Perguntados sobre a relevância da obra no contexto atual de protestos em Hollywood, ambos admitiram que ele certamente é mais expressivo hoje do que na sua concepção, três anos antes. Segundo o diretor, o interesse na história é apenas um demonstrativo do aspecto sistêmico de abusos contra mulheres nos mais diversos lugares. Jennifer, por sua vez, ressaltou o seu caráter “empoderador”, algo que a atraiu para o papel.

Entre os critérios que escolhe para seus trabalhos, ela pontuou que procura ser desafiada, ter em mãos um roteiro que goste e confiar no diretor. Sobre sua preparação para as cenas de tortura, ela disse que foram algumas das passagens mais divertidas de filmar, ao que Francis completou que ela seria “mais como Lawrence Olivier do que Dustin Hoffman”, no sentido de estilos diferentes na preparação.

Ao fim, Francis elogiou o estúdio por abraçar a ideia do projeto, dando liberdade para ser filmada com a violência requerida, sem muita interferência nas suas decisões.

 

“Operação Red Sparrow” chega aos cinemas brasileiros no dia 01 de março.

 

Confira a coletiva na íntegra abaixo:

 

 

Veja Também:

Festival Varilux 2022 inova ao incorporar séries em sua programação

O cinema francês com suas histórias ricas, relevantes e inspiradoras volta à cena com a chegada nas salas dos cinemas...

LEIA MAIS

No Ritmo do Coração é o grande vencedor do Oscar 2022; confira a lista completa

O Oscar 2022 chegou marcado por polêmicas, frutos da reformulação da premiação a fim de tentar recuperar índices de audiência....

LEIA MAIS

Como o som de “Duna” foi feito

Ao assistirmos um filme, nem imaginamos o gigantesco trabalho de inúmeros profissionais para construir um arcabouço imagético e sonoro que...

LEIA MAIS