Anualmente, a Parrot Analyticis publica um estudo sobre a situação da televisão, considerando o cenário americano para a análise de penetração de mercado de canais abertos e, em casos como o do streaming, o desempenho global das empresas.

O resultado deste ano não demonstra grande surpresa ao colocar a Netflix como a primeira colocada no ranking, controlando atualmente 71% do mercado VOD (Video On Demand, que também inclui serviços de aluguel digital de filmes e seriados). A métrica utilizada conta com a amostragem dos 10 mercados mundiais, incluindo, além da estimativa de assinaturas, o apelo social das empresas, seja em aplicativos como Instagram, citações em blogs, sites especializados e buscas na internet.

O estudo também apontou um expressivo crescimento na criação de produtos originais dos SVODs (Streaming Video On Demand): em 2017, haviam sido 147; em 2018, foram 319 conteúdos, incluindo filmes, séries e programas especiais para o formato. Quanto à Netflix, o bom desempenho geral foi atrelado à popularização de séries como “O Mundo Sombrio de Sabrina”, “A Casa de Papel” e “Stranger Things”.

Nos Estados Unidos, a hegemonia da empresa comandada por Ted Sarandos é menor, tendo em conta a profusão de plataformas similares. Lá, a Hulu (agora de posse majoritária da Disney) ocupa o segundo lugar e a Amazon Prime o terceiro. Curiosamente, a recém-lançada CBS All Access, VOD do tradicional canal a cabo americano, já ocupa o quarto lugar, mesmo sendo mais recente. O seu sucesso se deve a séries frutíferas como “The Good Fight” e o interesse pelo remake de “The Twillight Zone”, comandado por Jordan Peele.

O estudo conclui apostando na diminuição da fatia de mercado da Netflix com a inserção de outros importantes players em um futuro próximo, como a Apple, a Disney e a Warner. Curiosamente, a Morning Consult divulgou recentemente o resultado de uma pesquisa sobre popularidade das marcas. Este apontou que a empresa mais adorada pelos millenials, importante faixa de consumo, é nada mais, nada menos que a Netflix. Foram consultadas 400 mil pessoas no processo, no qual foram citadas outras grandes organizações, como Samsung, Amazon e Google.  

 

 

Fontes: Deadline, B9

 

Veja Também:

Mostra Internacional de Cinema em São Paulo divulga premiados da 45ª edição

Durante duas semanas, aficionados pela sétima arte puderam conferir uma seleção de mais de 200 filmes de diversas nacionalidades e...

LEIA MAIS

Começa hoje em formato híbrido a 45ª Mostra Internacional de Cinema SP

A Mostra Internacional de Cinema SP realiza entre hoje, 21 de outubro, e o dia 03 de novembro de 2021...

LEIA MAIS

Marvel processa criadores para reter controle de seus personagens

A Marvel entrou com uma série de processos contra criadores de seus personagens mais famosos ou as fundações que cuidam...

LEIA MAIS