O Independent Spirit Awards não só é um importante reconhecimento dos esforços do cinema independente americano, como também funciona como termômetro do Oscar, já que geralmente é apresentado um dia antes da maior premiação do cinema. A relevância do evento aumentou gradativamente com os anos, acompanhando o aumento de visibilidade deste tipo de produção nos cinemas, mas, recentemente, foi alvo de críticas por abarcar nas suas categorias um amplo número de indicados que, embora de baixo orçamento, tinham apoio de grandes estúdios.

Com regras mais severas, a comissão do Independent Spirit Awards anunciou os seus indicados à premiação que ocorrerá em 2019, deixando quase de fora produções como “A Favorita” e “Roma”, classificadas apenas na categoria Melhor Filme Estrangeiro.

Os pequenos e muito bem falados nos circuitos de festivais “Oitava Série”, “First Reformed” e “Você Nunca Esteve Realmente Aqui” lideram as indicações, com quatro cada. “Se a Rua Beale Pudesse Falar”, de Barry Jenkins, e “Sem Rastros”, de Debra Granik, completam a lista de indicados a Melhor Filme. “Vida Selvagem”, de Paul Dano, foi considerado para Melhor Filme de Estreia, Melhor Atriz e Melhor Fotografia. Já “Poderia me Perdoar?” somente foi indicado a Melhor Ator Coadjuvante (Richard E. Grant) e Melhor Roteiro, esnobando Melissa McCarthy. O mesmo ocorreu com “Infiltrado na Klan”, considerado apenas na categoria de Melhor Ator Coadjuvante (Adam Driver).

Já o brasileiro “Sócrates” conquistou indicações nas categorias de Melhor Ator (Christian Malheiros), Prêmio John Cassavettes e Someone to Watch, sendo os últimos dois incentivos financeiros para impulsionar carreiras promissoras.

O Spirit Awards ocorrerá em uma cerimônia televisionada no dia 23 de fevereiro. Confira a lista completa de indicados abaixo:

 

Melhor Filme

“Oitava Série”

“First Reformed”

“Se a Rua Beale Pudesse Falar”

“Sem Rastros”

“Você Nunca Esteve Realmente Aqui”

 

Melhor Diretor

Debra Granik, por “Sem Rastros”

Barry Jenkins, por “Se a Rua Beale Pudesse Falar”

Tamara Jenkins, por “Mais Uma Chance”

Lynne Ramsay, por “Você Nunca Esteve Realmente Aqui”

Paul Schrader, por “First Reformed”

 

First Reformed

 

Melhor Filme de Estreia

“Hereditário”

“Sorry to Bother You”

“O Conto”

We the Animals”

“Vida Selvagem”

 

Melhor Filme Estrangeiro

“Em Chamas” (Coréia do Sul)

“A Favorita” (Reino Unido)

“Lazaro Felice” (Itália)

“Roma” (México)

“Assunto de Família” (Japão)

 

Melhor Atriz

Glenn Close, por “A Esposa”

Toni Colette, por “Hereditário”

Elsie Fisher, por “Oitava Série”

Regina Hall, por “Support the Girls”

Helena Howard, por “A Madeline de Madeline”

Carey Mulligan, por “Vida Selvagem”

 

Melhor Ator

John Cho, por “Buscando…”

Daveed Diggs, por “Ponto Cego”

Ethan Hawke, por “First Reformed”

Christian Malheiros, por “Sócrates”

Joaquin Phoenix, por “Você Nunca Esteve Realmente Aqui”

 

Melhor Atriz Coadjuvante

Kayli Carter, por “Mais Uma Chance”

Tyne Daly, por “A Bread Factory”

Regina King, por “Se a Rua Beale Pudesse Falar”

Thomasin Harcourt McKenzie, por “Sem Rastros”

J. Smith-Cameron, por “Nancy”

 

Regina King em “Se a Rua Beale Pudesse Falar”

 

Melhor Ator Coadjuvante

Raúl Castillo, por “We the Animals”

Adam Driver, por “Infiltrado na Klan”

Richard E. Grant, por “Poderia me Perdoar?”

Josh Hamilton, por “Oitava Série”

John David Washington, por “Monsters and Men”

 

Melhor Roteiro

“Colette”

“Poderia me Perdoar?”

“Mais Uma Chance”

“Sorry to Bother You”

“First Reformed”

 

Melhor Roteiro de Estreia

“Oitava Série”

“Nancy”

“Puro Sangue”

“Blame”

 

Oitava Série

 

Melhor Fotografia

“A Madeline de Madeline”

“Vida Selvagem”

“Mandy”

“Suspiria”

“We the Animals”

 

Melhor Montagem

“Você Nunca Esteve Realmente Aqui”

“We the Animals”

“American Animals”

“O Conto”

“Mid 90s”

 

Prêmio John Cassavettes

“A Bread Factory”

“Em El Séptimo Dia”

“never Goin’ Back”

“Sócrates”

“Thunder Road”

 

Prêmio Robert Altman

“Suspiria”

 

Melhor Documentário

“Hale County This Morning, This Evening”

“Minding the Gap”

“Of Fathers and Sons”

“On Her Shoulders”

“Shirkers”

“Won’t You Be My Neighbor?”

 

Piaget Producers Award

Jonathan Duffy e Kelly Williams

Gabrielle Nadig

Shrihari Sathe

 

Someone to Watch Awards

Alex Moratto, “Sócrates”

Ioana Uricaru, “Lemonade”

Jeremiah Zagar, “We the Animals”

 

Sócrates

 

Truer than Fiction Award

Alexandria Bombach, por “On Her Shoulders”

Bing Liu, por “Minding the Gap”

RaMell Ross, por “Hale County This Morning, This Evening”

 

Annual Bonnie Awards

Debra Granik

Tamara Jenkins

Karyn Kusama

 

 

 

 

Veja Também:

No Ritmo do Coração é o grande vencedor do Oscar 2022; confira a lista completa

O Oscar 2022 chegou marcado por polêmicas, frutos da reformulação da premiação a fim de tentar recuperar índices de audiência....

LEIA MAIS

Como o som de “Duna” foi feito

Ao assistirmos um filme, nem imaginamos o gigantesco trabalho de inúmeros profissionais para construir um arcabouço imagético e sonoro que...

LEIA MAIS

Ataque dos Cães e Belfast conquistam prêmios principais do Bafta 2022

Após a realização de uma edição totalmente virtual em 2021, o Bafta, maior premiação de cinema do Reino Unido, retornou...

LEIA MAIS