Concebido por Louis B. Mayer como um afago para os funcionários de Hollywood que, felizes, poderiam produzir de maneira mais eficiente, o Oscar se transformou ao longo dos seus 92 anos de história em uma premiação de peso global, apreciada e acompanhada por pessoas de diferentes nacionalidades e interesses na indústria cinematográfica, além de se converter em uma importante métrica de prestígio e sucesso financeiro (na maioria das vezes) para seus ganhadores – incluindo os estúdios envolvidos.

No entanto, a escalada de importância veio acompanhada da adequação dos prêmios ao perfil dominante dos estúdios (homens, brancos e mais velhos), o que vem suscitando debates acalorados sobre a representatividade (visto que o cinema é plural e, por isso, rico) e, consequentemente, em esforços da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas em tornar o prêmio mais “a cara” do cinema.

Neste ano, enfim, os resultados apareceram, e, de fato, o melhor filme lançado ano passado, o sul-coreano Parasita, foi congratulado em quatro categorias (Melhor Filme Internacional, Melhor Roteiro Original, Melhor Diretor e Melhor Filme), tornando-se o primeiro longa-metragem não falado em inglês a ganhar o prêmio principal da história do Oscar.

O frescor trazido à premiação por escolhas como estas e discursos edificantes, como à ode do diretor Bong a Martin Scorsese e a linda reflexão de Joaquin Phoenix, foi contraposto com um ar de confusão e desorganização, fruto da falta de apresentador pelo segundo ano seguido, que culminou em pausas alongadas entre as categorias e alguns discursos intermináveis, como o de Renée Zellweger, que causaram certa fadiga.

Transitando entre o velho e o novo, o Oscar foi certamente interessante, privilegiando feitos técnicos como os de 1917 ou a maquiagem de O Escândalo enquanto abria espaço para novos talentos, como a compositora de Coringa, Hildur Guðnadóttir, que desbancou os quatro veteranos da sua categoria.

Confira a lista completa de vencedores abaixo:

Melhor Ator Coadjuvante

Tom Hanks, por Um Lindo Dia na Vizinhança

Anthony Hopkins, por Dois Papas

Al Pacino, por O Irlandês

Joe Pesci, por O Irlandês

Brad Pitt, por Era Uma Vez…em Hollywood

 

Melhor Animação

Toy Story 4

Como Treinar seu Dragão 3

Perdi Meu Corpo

Klaus

Link Perdido

Melhor Roteiro Original

Entre Facas e Segredos

Histórias de um Casamento

1917

Era Uma Vez…em Hollywood

Parasita

 

Melhor Roteiro Adaptado

O Irlandês

Jojo Rabbit

Coringa

Adoráveis Mulheres

Dois Papas

Melhor Curta-Metragem Live-Action

Brotherhood

Nefta Football Club

The Neighbors’ Window

Saria

A Sister

Melhor Animação – Curta-Metragem

Dcera (Daughter)

Hair Love

Kitbull

Memorable

Sister

 

Melhor Design de Produção

O Irlandês

Jojo Rabbit

1917

Era Uma Vez…em Hollywood

Parasita

Melhor Figurino

O Irlandês

Jojo Rabbit

Coringa

Adoráveis Mulheres

Era Uma Vez…em Hollywood

Melhor Documentário

Indústria Americana

The Cave

Democracia em Vertigem

For Sama

Honeyland

Melhor Documentário – Curta-Metragem

In the Absence

Learning to Skateboard in a Warzone (If You’re a Girl)

Life Overtakes Me

St Louis Superman

Walk Run Cha-Cha

Melhor Atriz Coadjuvante

Kathy Bates, por O Caso Richard Jewell

Laura Dern, por Histórias de um Casamento

Scarlett Johansson, por Jojo Rabbit

Florence Pugh, por Adoráveis Mulheres

Margot Robbie, por O Escândalo

Melhor Direção de Fotografia

O Irlandês

Coringa

O Farol

1917

Era Uma Vez…em Hollywood

Melhor Edição de Som

Ford Vs Ferrari

Coringa

1917

Era Uma Vez…em Hollywood

Melhor Mixagem de Som

Ad Astra

Ford Vs Ferrari

Coringa

1917

Era Uma Vez…em Hollywood

Melhor Edição

Ford Vs Ferrari

O Irlandês

Jojo Rabbit

Coringa

Parasita

Melhores Efeitos Visuais

Vingadores: Ultimato

O Irlandês

1917

O Rei Leão

Star Wars: Episódio IX

 

Melhor Maquiagem e Cabelo

Coringa

O Escândalo

Judy: Muito Além do Arco-Íris

Malévola: Dona do Mal

Melhor Filme Internacional

Corpus Christi

Honeyland

Os Miseráveis

Dor e Glória

Parasita

 

Melhor Trilha Sonora Original

Adoráveis Mulheres

Histórias de um Casamento

1917

Coringa

Star Wars: Episódio IX

Melhor Canção Original

I Can’t Let You Throw Yourself Away, de Toy Story 4

I’m Gonna Love Me Again, de Rocketman

I’m Standing With You, de Um Ato de Fé

Into the Unknown, de Frozen II

Stand Up, de Harriet

Melhor Ator

Antonio Banderas, por Dor e Glória

Leonardo Di Caprio, por Era Uma Vez…em Hollywood

Adam Driver, por Histórias de um Casamento

Joaquin Phoenix, por Coringa

Jonathan Pryce, por Dois Papas

Melhor Atriz

Cynthia Erivo, por Harriet

Scarlett Johansson, por Histórias de um Casamento

Saoirse Ronan, por Adoráveis Mulheres

Chalize Theron, por O Escândalo

Renée Zellweger, por Judy: Muito Além do Arco-Íris

 

Melhor Diretor

Martin Scorsese, por O Irlandês

Todd Phillips, por Coringa

Bong Joon-ho, por Parasita

Quentin Tarantino, por Era Uma Vez…em Hollywood

Sam Mendes, por 1917

 

Melhor Filme

Ford Vs Ferrari

O Irlandês

Jojo Rabbit

Coringa

Adoráveis Mulheres

Parasita

Histórias de um Casamento

1917

Era Uma Vez…em Hollywood

 

Veja Também:

No Ritmo do Coração é o grande vencedor do Oscar 2022; confira a lista completa

O Oscar 2022 chegou marcado por polêmicas, frutos da reformulação da premiação a fim de tentar recuperar índices de audiência....

LEIA MAIS

Como o som de “Duna” foi feito

Ao assistirmos um filme, nem imaginamos o gigantesco trabalho de inúmeros profissionais para construir um arcabouço imagético e sonoro que...

LEIA MAIS

Ataque dos Cães e Belfast conquistam prêmios principais do Bafta 2022

Após a realização de uma edição totalmente virtual em 2021, o Bafta, maior premiação de cinema do Reino Unido, retornou...

LEIA MAIS