A pandemia do novo Coronavírus inegavelmente trouxe imensas dificuldades à diferentes áreas de trabalho, sendo a indústria do entretenimento particularmente afetada pelo seu caráter “aglomerador”. Enquanto as filmagens foram suspensas e ainda impõem dilemas na retomada, as séries de TV ganharam espaço nos lares daqueles que puderam ficar em casa.

Por conta deste volume de produção, cuja qualidade não deve ser ignorada, a Academia de Televisão Americana decidiu manter a sua mais tradicional premiação, o Emmy – só que em formato diferente. Em uma arena quase vazia, o comediante Jimmy Kimmel coordenou o programa televisivo (ao vivo), que contou com esparsas participações especiais no local e o engajamento de inúmeros concorrentes que abriram as portas de suas casas para equipes de filmagens. Assim, manteve-se o suspense do anúncio e o acompanhamento das reações dos ganhadores. Houve, também, a colaboração de trabalhadores essenciais, que apresentaram suas jornadas de trabalho e, em seguida, algum prêmio – uma bela maneira de homenagear sua vital importância em tempos tão difíceis.

Neste contexto, o grande destaque foi “Schitt’s Creek”, série canadense de comédia criada por Daniel e Eugene Levy (o último mais conhecido como o pai de “American Pie”). A aclamação veio pela sua última temporada, que marca a sua popularização nos EUA após ter entrado no catálogo da Netflix de lá. Todos os quatro atores – os Levy, Catherine O’Hara e Annie Murphy – ganharam os prêmios por suas performances e a série também abocanhou estatuetas por roteiro, direção e Melhor Série de Comédia.

A mesma concentração ocorreu na esfera das minisséries, dominada por “Watchmen” (que, convenhamos, é uma das melhores produções dos últimos tempos…e não só da TV). Além de Damon Lindelof – criador desta obra adaptada e mais conhecido por “Lost” – também ganharam Yahya Abdul-Mateen e Regina King por suas atuações.

A atriz, por sinal, tem tido uma ótima fase após ser aclamada no Festival de Veneza pela direção do seu primeiro longa-metragem, “One Night in Miami”. Trajando terno e uma blusa com a figura de Breonna Taylor, brutalmente assassinada pela polícia americana, ela foi uma das muitas figuras que fizeram ponderações (seja no vestuário, na bandeira do Black Lives Matter pendurada ou outra forma) e discursos sobre os temas em voga na sociedade americana, como o racismo, a busca por igualdade, a importância do voto e a reforma policial.

A noite terminou com a coroação de “Sucession”, que teve uma ótima segunda temporada e foi reconhecida nas categorias de roteiro, direção, atuação (Melhor Ator Dramático para Jeremy Pope) e Melhor Série Dramática. A junção desta com “Watchmen” e alguns outros prêmios mais inesperados (como Mark Rufallo por “I Know This Much is True” e Zendaya por “Euphoria”) coroaram a HBO como a grande vencedora da noite.

 

Confira a lista com os ganhadores nas principais categorias  

 

Melhor Série de Comédia

“Curb Your Enthusiasm”

“The Good Place”

“Disque Amiga Para Matar”

“Insecure”

“The Kominsky Method”

“The Marvelous Mrs. Maisel”

“Schitt’s Creek”

“O Que Fazemos nas Sombras”

Melhor Série Dramática

“Better Call Saul”

“The Crown”

“The Handmaid’s Tale”

“Killing Eve”

“The Mandalorian”

“Ozark”

“Stranger Things”

“Sucession”

 

Melhor Ator em Série de Comédia

Anthony Anderson, por “Black-ish

Don Cheadle, por “Black Monday”

Ted Danson, por “The Good Place”

Michael Douglas, por “The Kominsky Method”

Eugene Levy, por “Schitt’s Creek”

Ramy Youssef, por “Ramy”

Melhor Atriz em Série de Comédia

Christina Applegate, por “Disque Amiga Para Matar”

Rachel Brosnahan, por “The Marvelous Mrs. Maisel”

Linda Cardellini, por “Disque Amiga Para Matar”

Catherine O’Hara, por “Schitt’s Creek”

Issa Rae, por “Insecure”

Tracee Ellis Ross, por “Black-ish”

Melhor Show de Variedades

“The Daily Show with Trevor Noah”

“Full Frontal with Samantha Bee’

“Jimmy Kimmel Live!”

“Last Week Tonight with John Oliver”

“The Late Show with Stephen Colbert”

Melhor Ator em Série Dramática

Jason Bateman, por “Ozark”

Brian Cox, por “Sucession”

Sterling K. Brown, por “This is Us”

Steve Carrell, por “The Morning Show”

Jeremy Strong, por “Sucession”

Billy Porter, por “Pose”

Melhor Atriz em Série Dramática

Jennifer Aniston, por “The Morning Show”

Olivia Colman, por “The Crown”

Jodie Comer, por “Killing Eve”

Laura Linney, por “Ozark”

Sandra Oh, por “Killing Eve”

Zendaya, por “Euphoria”

Melhor Programa de Competição

“The Masked Singer”

“Nailed It!”

“RuPaul’s Drag Race”

“Top Chef”

“The Voice”

Melhor Ator em Minissérie ou Filme Para TV

Jeremy Irons, por “Watchmen”

Hugh Jackman, por “Má Educação”

Paul Mescal, por “Normal People”

Jeremy Pope, por “Hollywood”

Mark Ruffalo, por “I Know This Much is True”

Melhor Atriz em Minissérie ou Série Para TV

Cate Blanchett, por “Mrs. America”

Shira Haas, por “Nada Ortodoxa”

Regina King, por “Watchmen”

Octavia Spencer, por “A Vida e História de C.J. Walker”

Kerry Washington, por “Little Fires Everywhere”

Melhor Ator Coadjuvante em Série de Comédia

Andre Braugher, por “Brooklyn 99”

William Jackson Harper, por “The Good Place”

Alan Arkin, por “The Kominsky Method”

Sterling K. Brown, por “The Marvelous Mrs. Maisel”

Tony Shalhoub, por “The Marvelous Mrs. Maisel”

Mahershala Ali, por “Ramy”

Kenan Thompson, por “Saturday Night Live”

Daniel Levy, por “Schitt’s Creek”

Melhor Ator Coadjuvante em Série Dramática

Giancarlo Esposito, por “Better Call Saul”

Bradley Withford, por “The Handmaid’s Tale”

Billy Crudup, por “The Morning Show”

Mark Duplass, por “The Morning Show”

Nicholas Braun, por “Sucession”

Kieran Culkin, por “Sucession”

Matthew McFayden, por “Sucession”

Jeffrey Wright, por “Westworld”

Melhor Ator Coadjuvante em Minissérie ou Filme Para TV

Dylan McDermott, por “Hollywood”

Jim Parsons, por “Hollywood”

Tituss Burgess, por “Unbreakable Kimmy Schmidt: Kimmy vs o Reverendo” (especial interativo)

Yahya Abdul-Mateen, por “Watchmen”

Jovan Adepo, por “Watchmen”

Louis Gosset Jr, por “Watchmen”

Melhor Atriz Coadjuvante em Série de Comédia

Betty Gilpin, por “GLOW”

D’Arcy Carden, por “The Good Place”

Yvonne Orji, por “Insecure”

Alex Borstein, por “The Marvelous Mrs. Maisel”

Marin Hinkle, por “The Marvelous Mrs. Maisel”

Kate McKinnon, por “Saturday Night Live”

Cecily Strong, por “Saturday Night Live”

Annie Murphy, por “Schitt’s Creek”

Melhor Atriz Coadjuvante em Série Dramática

Laura Dern, por “Big Little Lies”

Meryl Streep, por “Big Little Lies”

Helena Bonham Carter, por “The Crown”

Samira Wiley, por “The Handmaid’s Tale”

Fiona Shaw, por “Killing Eve”

Julia Garner, por “Ozark”

Sarah Snook, por “Sucession”

Thandie Newton, por “Westworld”

Melhor Atriz Coadjuvante em Minissérie ou Filme Para TV

Holland Taylor, por “Hollywood”

Uzo Aduba, por “Mrs. America”

Tracey Ullman, por “Mrs. America”

Toni Colette, por “Unbelievable”

Jean Smart, por “Watchmen”

Melhor Minissérie

“Watchmen”

“Mrs. America”

“Unbelievable”

“Nada Ortodoxa”

“Little Fires Everywhere”

Melhor Filme Para TV

“American Son”

“Má Educação”

“El Camino”

“Unbreakable Kimmy Schmidt: Kimmy vs o Reverendo”

“Dolly Parton: Tocando o Coração”

Melhor Especial de Variedades

Hannah Gadbsy, por “Douglas”

Jerry Seinfeld, por “23 Hours to Kill”

John Mulaney, por “John Mulaney and the Sack Lunch Bunch”

Dave Chapelle, por “The Kennedy Center Mark Twain Prize for American Humor”

Dave Chapelle, por “Sticks & Stones”

Tiffany Haddish, por “Black Mitzvah”

Melhor Programa de Animação

Big Mouth

Bob’s Burger

BoJack Horseman

Rick and Morty

The Simpsons

Melhor(es) Apresentador(es) de Programa de Competição ou Reality Show

Amy Poehler, Nick Offerman, por “Making It”

Nicole Byer, por “Nailed It!”

Bobby Berk, Karamo Brown, Jonathan Van Ness, Anthony Porowski, Tan France, por “Queer Eye”

Ru Paul, por “RuPaul’s Drag Race”

Barbara Corcoran, Mark Cuban, Lori Greiner, Daymond John, Robert Herjavec, Kevin O’Leary por “Shark Tank”

Tom Collicchio, Padhma Lakshmi, por “Top Chef”

Fonte das imagens: ABC, Emmys.com, TNT Brasil

Veja Também:

No Ritmo do Coração é o grande vencedor do Oscar 2022; confira a lista completa

O Oscar 2022 chegou marcado por polêmicas, frutos da reformulação da premiação a fim de tentar recuperar índices de audiência....

LEIA MAIS

Como o som de “Duna” foi feito

Ao assistirmos um filme, nem imaginamos o gigantesco trabalho de inúmeros profissionais para construir um arcabouço imagético e sonoro que...

LEIA MAIS

Ataque dos Cães e Belfast conquistam prêmios principais do Bafta 2022

Após a realização de uma edição totalmente virtual em 2021, o Bafta, maior premiação de cinema do Reino Unido, retornou...

LEIA MAIS